CÂMARA DE MEDIAÇÃO CONCILIAÇÃO E ARBITRAGEM PRONUCON DO BRASIL E SUAS UNIDADES


AUXILIARES DA JUSTIÇA

CNAE 69.11.7 02 Art. 149 CPC   wfsites.websitecreatorprotool.com/1487d51a.com/www.pronuconodobrasil.com.br.html    

  

EDITAL AVISO DE EXCLUSÃO  

OBS.  REGISTRADORES DE IMÓVEIS 

 CERTIDÃO DE AVISO PÚBLICO  001/2017 
       
A Diretoria da Pronucon do Brasil aos 17 de Março as 15 horas em sua sede, REUNIU-SE EM REUNIÃO ADMINISTRATIVA, com seus membros Diretores Convocados, Assunto do Dia? Extinções, das seguintes Unidades, PRONUCON – I -PRONUCON II Macau/RN: Pres. Paulo Eduardo, falecido, - PRONUCON- III PRONUCON - IV PRONUCON- V PRONUCON VI, e as da Capital do Natal RN. Informamos.Os contratos que estiver inseridos, As cláusulas compromissórias com referência das citadas unidades passam ser cláusulas vazias, essa é de competência do judiciário, Art. 24 § 1º  § 2º da Lei 9099/95 e escolha do árbitro será entre juízes leigos, por não existir as citadas unidades de câmaras. Ao lavrarem o termo de compromisso arbitral, prossegue com a demanda particular. As medidas afasta o Senhor, Wallace Gomes dos Santos, impedidos de representar, Wendell Gomes Santos, Ricardo Barreto Biatlo, Ivonete Daniel dos Santos/SP, tomaram ciências da reunião não se importaram em comparecerem. Nenhum nunca prestaram conta a Matriz violando o regimento interno, Art.3º26º,a,b,c,d, Art.,34 e seus incisos Art. 46 e seus parágrafos. Falta de prestação de conta deve ser feito, mesmo não havendo nenhuma demanda, para que possa registra o movimento habitual. Os Mesmos extintos com as Unidades das Câmaras não poderão atuar como Árbitro em nome da instituição. Em 19/07/2019 Faz se Saber que a Unidade I Filiada a Pronucon do Brasil em AL., resolve voltar Mais, Não há integração de seus procedimentos junto a Matriz, encontra- se desatualizada, Parcialmente, as informações de procedimentos ali Eventualmente realizados,e exarada, dês corrobora com as contas deverá ser prestada mediante a comprovação final dos procedimentos,prova dos fatos, importante para requerer execução de honorário,dos Árbitros Art. 27 da L.9.307/96,e dos Advogados Art. 84 Parágrafo 14 do CPC cumprimento de sentença Art. 516 III do citado CPC junto ao Poder Judiciário,os títulos  contudo pode habilitando qualquer advogado para fim de executar o título que será publicado na imprensa oficial e na rede Mundial de Computadores Art. 93 IX da CF !  A PRONUCON DO BRASIL ,recebe verbalizadamente a manifestação da presidenta nomeada para tal fim, Ficando assim ativada, o Diploma de posse! neste ato público descaracteriza o artigo 323 do CP, abandono de cargo público. Unidade I de Maringá PR encontra se desativada e Suspenso junto a seu Diploma de Posse até a segunda ordem, Está Impedido de realizar procedimento arbitral em Nome da Instituição PRONUCON DO BRASIL I PR . As Cláusula de fora de arbitragem em Nome da Instituição as Partes deverão ser encaminhada para O Poder Judiciário, uma vez não existindo a instituição na localidade a Cláusula está vazia. Ato público..     

           O presidente Nacional da PRONUCON DO BRASIL NO USO DE SUAS ATRIBUIÇÕES LEGAIS INFORMA QUE A UNIDADE I ES, NÃO SE CARACTERIZOU A SUA COMPLETA FORMALIDADE, UMA VEZ SE QUE FOI APRESENTADA A SEDE PARA EXERCÍCIO DA FUNÇÃO DE MEDIADORES E ÁRBITRO, ESTANDO PORTANTO SUSPENSO O DIPLOMA DE POSSE, PORQUE? NÃO HOUVE TREINAMENTO FÍSICO PARA DESEMPENHAR TAL FUNÇÃO, SENDO PROIBIDO, A UTILIZAÇÃO, EXPRESSÃO JUIZ(A) ARBITRAL, TRIBUNAL DE JUSTIÇA ARBITRAL, CONFORME ORIENTE O CNJ. FILIAL I ES NÃO PASSOU PELA AVALIAÇÃO DE COMPETÊNCIA PARA SER REGIONAL, NEM SE QUER RECEBEU OS DOCUMENTOS QUE LHE FOI ENVIADO PARA O DEVIDO CONHECIMENTO DA DIRETORIA NACIONAL. APENAS INFORMOU AS AUTORIDADES COMPETENTES, ,MAIS, NÃO CUMPRIU A EXIGÊNCIA PRÁTICA,RECUSOU SE APRESENTAR SUA FORMAÇÃO DE BACHAREL EM DIREITO UTILIZANDO SE DE LITIGÂNCIA DE MÁ FÉ,, A QUEM INTERESSA POSSA, CALOU-SE PERANTE AS NORMAS DO REGULAMENTO GERAL, UMA VEZ QUE A INSTITUIÇÃO NACIONAL NÃO TEVE POSSE DESSES DOCUMENTOS PARA QUE O FATO SEJA PUBLICADO NO DIÁRIO OFICIAL DO ESTADO DO ESPIRITO SANTO,POR FALTA DE COMPLEMENTÇÃO, A QUEM INTERESSA POSSA! NA CONSULTA PROCESSUAL Nº 5201900005 ,OS ENVIADOS ENCONTRAM EM BRANCO. Obs. A Instituição de Justiça Privada não Possui Poder de Policia, para fazer prática de nenhum ató do juiz natural. Caso ocorra é Usurpação Art.328 do CP. Contamos com a cooperação do Poder Público. 

EM ARACRUZ,ES  RUA EURICO AGUIAR SALES ,45 CASA DE TRAS DE FÁTIMA CEP 29190-000 TEL 27 996119976 E 997831516 E-mail: robertafa45@gmail.com

ATIVIDADE ESTRANHA A FUNÇÃO DE UM ÁRBITRO CABE A INTERFERÊNCIA DO MINISTÉRIO PÚBLICO LOCAL. 
                                               
 Sem prática, Atividade a ser retomada . DESDE,01 DE AGOSTO DE 2019    
 
                          Reclame aqui a bem da sociedade desenformada 
                          84) 32011951  zap 84 999819547 zap 84 991199730.
                               Dr. Marcelo Henrique Marinho 84 9.99837693 
 
                                                              Observação
             Só estará habilitado como membro legal da PRONUCON DO BRASIL junto ao procedimento arbitral , Dr. Marcelo Henrique Marinho Cavalcante,OAB/4694/RN, Dr Sebastião da Silva OAB 4670/ERN, Dr. Julio Hernesto Ramezoni de Faria, OAB 556/RN. Dra Gerisléia Borges da Silva  AL . Dra Telvina Madalena Noronha UNIDADE II PA. Dr. Claudiney Domingos Brandão I PA, Dr. Rafael Gomes de Almeida PR Unidade I Dr. Ricardo de Castro,Secretário Geral da Pronucon do Brasil. Os atos processuais homologação de execução da  sentença arbitral, é ato público, Serão publicado o ato do judiciário. 
               
                                                             É DE COMPETÊNCIA DO MINISTÉRIO PÚBLICO
PUNIR DENUNCIAR OS PRESIDENTES DAS RESPECTIVAS UNIDADES DA PRONUCON DO BRASIL, QUE VIOLAREM E COMETEREM ATOS ILÍCITOS,NOS TERMOS DO ART. 17 DA LEI BRASILEIRA DE ARBITRAGEM, assim, como,Usurpação da função pública Art. 328 Corrupção ativa Art. 317 e demais que vióle os principies legais. AS MESMAS FORAM TODAS COMUNICADAS A OAB,POLICIA FEDERAL PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA
A -SABER.http://www.imprensaoficialal.com.br/wp-content/uploads/2019/02/DOEAL-18_02_2019-MP.pdf    
TODOS ASSINARAM CONFISSÃO DE RESPONSABILIDADE PLENA SOBRE SEUS RESPECTIVOS ATOS  CÍVEIS E CRIMINAIS EM SUAS REGIONAIS  
MEDIANTE CONVENÇÃO DE ARBITRAGEM 
 
http://www.cmarn.org.br/contato